11/06/15 por Casimiro Perez

Bem-vindos a mais um Fala RH! Aqui você fica sabendo mais sobre as melhores práticas culturais, com as opiniões de quem mais entende do assunto: os profissionais de Recursos Humanos das Melhores Empresas para Trabalhar.

Participe da pesquisa GPTW!

Participe do processo das Melhores Empresas para Trabalhar e dê o primeiro passo para criar um melhor ambiente de trabalho e turbinar os resultados do negócio.

» Inscreva-se

A empresa escolhida dessa vez é o Laboratório Sabin, que é reconhecido como uma das Melhores Empresas para Trabalhar no país, faturando premiações nacionais GPTW em todos os anos, desde 2005. Quando falamos de práticas culturais, o que mais chama a atenção no Sabin é o grau de complexidade e abrangência das práticas Cuidar da empresa. Conversamos com a Mariana Bittar, Gerente de Pessoas do laboratório para descobrir porque isso é importante para o Sabin (e deveria ser para qualquer empresa).

Como tudo acontece

Perguntamos à Mariana como as práticas Cuidar do Sabin atingiram o grau único de desenvolvimento que vemos hoje. “É um processo constante de evolução e refinamento”, nos diz Mariana. “Um dos mandamentos do Sabin é entenda cada pessoa por inteiro”. E, ao conhecer, torna-se mais fácil saber como cuidar. 

O laboratório possui, literalmente, dezenas de práticas para cuidar dos colaboradores. “Muitas delas surgem a partir da escuta do colaborador”, diz Mariana. É comum vermos as empresas tentando adivinhar o que seus funcionários precisam. Muito mais fácil perguntar, não é mesmo?

Isso é possível no Sabin porque a empresa possui um sistema de comunicação que incentiva o livre acesso de todos os funcionários ao RH – inclusive para conversar sobre assuntos que em outras empresas são tratados como tabu, como remuneração e benefícios. E toda essa estrutura está sustentada numa cultura organizacional que valoriza os vínculos próximos entre as pessoas.

Pacote completo

“Não adianta só cuidar da saúde física. Também é preciso cuidar da saúde mental, espiritual, emocional e financeira”, segundo Mariana. E mesmo nas práticas esportivas, o Sabin foge do lugar-comum. A empresa promove tardes de jogos, gincanas e atividades esportivas como futebol, vôlei e até kart. Isso favorece também o trabalho em equipe e a integração entre áreas que, no trabalho, não têm oportunidade de interagir.

Esse caráter de instruir o colaborador é visto em muitas outas práticas, como nas palestras sobre educação financeira para aqueles com problemas financeiros, workshops para aprender a identificar e lidar com emoções, e reuniões com troca de experiências inspiradoras para aqueles que buscam conforto na religião. “Isso é um diferencial do Sabin: cuidar do espiritual, emocional e financeiro das pessoas”, diz Mariana. 

Falando em diferencial, as práticas cuidar do Sabin também se estendem aos familiares dos colaboradores. “Esse é um fator de retenção comprovado”.

E como se tudo isso já não fosse um enorme diferencial, as práticas do Sabin vão além dos benefícios: afinal, não adianta oferecer apenas a prática sem qualquer tipo de acompanhamento. Por exemplo, os exames médicos que os pais dos colaboradores têm direito são acompanhados por palestras que ajudam a entender o que os resultados dos exames significam, e quais devem ser os próximos passos.

Dica da profissional

2015.06.11 - Fala RH - Sabin.jpgPerguntamos à Mariana quais são as dicas que ela tem para uma empresa que despertou apenas agora para a importância de cuidar dos colaboradores.

“O primeiro passo é internalizar, na cultura da empresa, a importância de cuidar das pessoas como um impulsionador do negócio”, ela aconselha. E o GPTW assina embaixo. Sempre divulgamos dados de como as Melhores Empresas para Trabalhar possuem um desempenho melhor que outras empresas do mesmo setor, em todo o mundo. 

E Mariana completa: “A diferença é feita nos detalhes. Não é preciso começar grande. Pode-se começar aos poucos ou até mesmo sem verba.” Se a empresa conhece os funcionários, sabe também quais são seus anseios e necessidades. E aí práticas valorizadas pelos colaboradores podem ser criadas facilmente.

E a última dica: esteja presente nos momentos importantes na vida do funcionário – aniversário, casamentos, primeiro filho, aposentadoria – todas essas são ótimas oportunidades para mostrar que a empresa se preocupa com o colaborador em um nível pessoal. O Sabin possui planos de ação para cada um desses (e muitos outros momentos).

E você?

Conteúdos Relacionados